quarta-feira, 26 de setembro de 2007

Perguntas que não querem calar

Depois de um longo e tenebroso inverno, eis-me aqui novamente.
Tava sumido, recuperando energia, afinal, não tenho mais o pique de antigamente.

Após o porre fiquei pensando em algumas coisas (e olha que de ressaca não gosto de pensar muito). A dúvida é a seguinte: por que quando estamos bêbados sempre fazemos perguntas que não têm respostas ou levantamos questões que acabam em um verdadeiro quebra-pau?

Não sei. Acho que é institivo porque são questões que vêm do fundo do nosso ser e que não pensaríamos nelas em estado normal, ou seja, sóbrios.

Também traçamos algumas teorias. Tenho amigos que possuem umas bem bizarras e nos bares sempre resolvem catequisar a mente dos outros bêbados ao redor. Um exemplo claro disso é uma grande amiga (meio retardada devo dizer) que quando está com o grau etílico alterado resolve explicar o que o Bozo fazia com o telefone vermelho nos intervalos do programa e quando a tv saia do ar. Talvez seja um trauma da sua infância.

Pensando nisso resolvi listar algumas perguntas que não tiveram respostas e se tiveram eu não me contentei com elas. Se alguém tiver uma pista, por favor, me ajudem. Deixarão mais aliviados os corações dos pobres embriagados na mesa dos botecos.

- As celas dos presídios têm tomadas? Como será que os presos recarregam o celular?

- O que aconteceu o o Jordy? (Aquele bebê que cantava uma música irritante e sem sentido "oe dedê, diu diu oi dedê"). Será que virou cantor? Está no hospício? Tá pobre? Viciado? Toda especulação é pouca.

- E a menina que interpretava a Punky Brewster, a levada da breca? Uns dizem que morreu outros dizem que enlouqueceu e fugiu com o cachorro Pinky e o fotógrafo Arthur Bicudo. Sei lá. Alguém sabe seu paradeiro?

- Por que eu preciso achar a porcaria do x na equação?

- Se toda regra tem exceção, e isso é uma regra. Qual é a sua exceção?

- Mistério maior é se o pessoal do desenho "Caverna do Dragão" voltou pra casa. Neste caso, teoria é o que não falta. Até o coitado mestre dos magos entrou na história e virou o grande vilão.

- Outra pergunta que não quer calar. Aonde foi parar o pessoal da banda New Kids on the Block? Continuam cantando? Bem, se continuam devem ser sucesso em clínicas geriátricas.

- Seguindo com a série cadê você, pergunto: como andam Maria Joaquina e Cirilo?

- Outra instigante: quem foi Murphy, o maldito que inventou essa porra dessa lei.

- Existe mesmo uma passagem secreta entre o Mercês e o Anchieta? (Colégios de padres e freiras vizinhos em Friburgo?)

-Por que o Pateta usa roupa e o Pluto não?

- O que o Bambam fez com a Maria Eugênia? Aquela boneca que ele venerava no BBB? Ninguém nunca mais ouviu ele falar dela?

- Alguém já viu um chester de verdade?

- E a última, e não menos importante: Seu Madruga era alcoólatra e morreu de cirrose ou isso é mito? Para o público bêbado dos botecos que freqüento, essa pergunta é importante.

Bem, espero que alguém possa me responder. Deixem seus comentários
E por favor, se respoderem alguma dúvida lancem outras, porque senão ficarei sem assuntos na mesa do bar.

6 comentários:

karla disse...

Kbça, quem é este tal de Cirilo? E esta tal de Maria Joaquina????

caracas, maior revival neste post! Fantástico! Eu e Clau ficamos aqui rindo sozinhas......

As celas dos presídios têm tomadas? Como será que os presos recarregam o celular? esta é a mais genial de todas.....

Cabeça disse...

Karlinha,
Cirilo e Maria Joaquina eram personagens da novela carrossel, novelinha besta que passava no meu tempo de criança.
Cirilo era preto e pobre e apaixona pela branca e rica Maria Joaquina. Ela sempre esculachava ele e todos choravam junto com ele.

Branca de Neve disse...

conversa de bêbado é o máximo. vários assuntos de importância mundial (hahahahaha) surgiram nas mesas de bar. para contribuir um pouquinho, eu tenho informações da lei de murphy ?(tinha que ser eu, né?)

A ORIGEM

Edward A. Murphy, Jr. foi um dos engenheiros envolvidos nos experimentos de veículos com foguetes propulsores correndo em trilho único que foram realizados pela Força Aérea dos Estados Unidos em 1949 para testar a tolerância humana à aceleração (USAF project MX981). Um dos experimentos envolvia um conjunto de 16 medidores de aceleração colocados em diferentes partes do corpo humano. Existia duas maneiras de colocar os sensores, e um técnico instalou todos os 16 da maneira errada. Foi neste momento que Murphy fez o seu verdadeiro pronunciamento, que foi citado pelo Major John Paul Stapp, numa conferência à imprensa. “Se alguma coisa pode dar errado, dará. E mais, dará errado da pior maneira, no pior momento e de modo que cause o maior dano possível”.


o pior é que essa merda pegou!!!!

Branca de Neve disse...

para os beberrões de plantão. podem ficar despreocupados, o seu madruga não morreu de cirrose. ele morreu em 1988 devido a um câncer no pulmão, causado pelo fumo (a bruxa do 71 também morreu de câncer no pulmão, mas ela não tinha a menor importância).

Branca de Neve disse...

para que tomada nas celas se os policiais são pagos pelos bandidos? tá todo mundo comprado nos presídios, esqueceu? me dá uma raiva quando fazem apreensões de celulares nas celas como se fosse um grande trabalho da polícia. há tb uma outra teoria. tomada na cela não tem pq senão seria muito abuso, mas os celulares podem ter várias baterias. então, no dia da visita, a esposa, amante, namorada... ou todas juntas levam as baterias carregadas e pegam as usadas. ah, bandido é bem mais esperto que eu, então eles devem ter uma série de formas. mas que os policiais devem carregar os celulares, ah, isso devem.

Cabeça disse...

Bem, minha prima que trabalhou em presídio já me passou a informação que as celas têm extensão, fios pra todos os lados, som e algumas têm até televisão. Então carregar os celulares não deve ser tão difícil.
Isso quebra várias teorias. Como a que os presos faziam fila na hora do almoço pra carregar os aparelhos na tomada da cozinha. heheheh
E também quebra a teoria da Renata, escrita acima.
Por falar nisso, obrigado Branca de Neve por suas contribuições filosóficas.
Bem, estarei atento e trarei mais perguntas de bar para tentarmos decifrar.
Abs a todos