quinta-feira, 18 de outubro de 2007

Só faltou a cerva


Quarta-feira, Maracanã lotado, jogo do Brasil, galera animada e calor dos infernos.
Cenário ideal para uma boa e gelada cerveja.
Ideal, mas não real. A CBF proibiu a venda no estádio e não podia entrar com latinha. Ou seja, fudeu! Cheguei a pensar que eu era um alcoólatra que só pensava em beber. Mas logo percebi que não. Um coro de 80 mil torcedores concordava comigo e só gritava: "CERVEJA!"
E pra completar a tortura o telão exibia imagens da área vip, espaço e todos os globais com copinho de chopp na mão. Sacanagem com a cara do povão. Então os vips podem e a gente não.

Não tinha outro jeito.
Depois de horas nas fila pra conseguir ingressos, de não poder comprar com carteirinha de estudante e gastar a fortuna de R$50, tinha que me divertir. Há 7 anos a seleção não jogava no Rio e eu nunca tinha visto um jogo do Brasil ao vivo. Valia o investimento.
Valeu também porque o pessoal tava animado e o Maraca lotado é de arrepiar.
Ouvir 80 mil pessoas cantar o hino não é em qualquer lugar.
É foda, assim como ouvir as mesmas 80 mil pessoas gritando cerveja.

Bem, enquanto pensava na gelada, assistia ao jogo morno da seleção brasileira.
Primeiro tempo fraco, com um gol do Wagner Love e risos na arquibancada quando apareceu no telão uma animação tosca com a foto dele e escrito: "O artilheiro do amor". Muito brega!

Segundo tempo o Equador começou a gostar do jogo e o Brasil nada. Kaká e Robinho, assim como no primeiro tempo, estavam muito mal no jogo. Seleção apagada.
Mas para minha sorte depois de um péssimo chute do Kaká a bola entrou.
E daí por diante, a torcida mudou os gritos. De " Ei! Kaká! Pede pra sair!" para "Ô ôô ôôôô! Melhor do mundo". Ok, ok! Exageraram mas tá valendo ... até porque daí por diante foi uma chuva de gols. 1, 2, 3 e fim. 5X0 Brasil.
Robinho também se redimiu. Com um driblê espetacular que rendeu o gol! Foda.

Saí feliz. Se for colocar na ponta do lápis, dez reais pra cada gol. Acho que foi um bom investimento.
Bem, depois do futebol veio a maratona. A corrida até o amigo do isopor mais próximo e um refresco pra gartanta de quem já estava rouco de gritar.
Aí sim ... CERVEJA!


P.S.: Tirei muitas fotos, mas como esqueci o cabo usb em Friburgo vcs vão ter que esperar!
Foto: Agência EFE

2 comentários:

Fernanda Caetano disse...

não acredito que perdi essa festa!!
Porra!!
Quanto a não ter cerveja, que absurdo! Como assim, Maraca, Brasil, gritos , festa.... faltou a cerva ?? nao pode ser... heheehe

saudades demais
bjus

ps. mas que vc é chegado num alcool não é mentira heheh

Anabelly disse...

Veja só, temos um novo comentearista de futebol... Kabeça!!! A globo está perdendo o grande substituto do Galvão Bueno!!!
Mas, notem... o principal comentário não foi o jogo, foi a falta de cerveja!!!
Salvem essa alma alcólatra, por favor!!!!