segunda-feira, 28 de abril de 2008

Meio quarto de século


Hoje tem festa do outro lado do Atlântico.
E pelo que soube, Portugal tremeu durante as comemorações.
Por aqui uma homenagem para Nanda, que completa 25 aninhos (espalhei que tá velha).
Saudades dos papos malucos, dos livros trocados, da batata inglesa, das noites de conversa olhando estrelas no teto, do cão roncando, dos porres, das ressacas e da companheira.
Parabéns!

Sobre a amizade:
- Mas não seria natural
- Natural é as pessoas se encontrarem e se perderem
- Natural é encontrar. Natural é perder.
- Linhas paralelas se econtram no infinito
- O infinito não acaba. O infinito é nunca
- Ou sempre.
CAIO FERNANDO DE ABREU

2 comentários:

Fernanda Caetano disse...

uma homenagem para um coração que cansa de tanta saudade...
o que seria de mim sem vc?
2.5
conversível
duas portas
16 cavalos
turbo
heheehhehe
ficando velha mesmo ...

te amo
bjus

raissa disse...

Amigo, realmente portugal nao estava preparado para receber a gente, estrondamos e os portugueses nao gostaram muito mas tb nao to nem ai, eles invadiram meu pais agora eu invado o deles, hahahaha
so faltou vc p farra ficar completa
saudades
bjos